Arquivo

Archive for the ‘Geral’ Category

Guerras Modernas

As guerras ainda são ganhas ou perdidas dando a vida. Mas as batalhas não têm mais as mesmas armas de antes.
Cada dia é uma batalha, uma nova trincheira… e acaba com vitórias… ou derrotas.

Os adversários não são mais de outros países, ou outra opinião política. Ou talvez até sejam! Mas estão bem ali, ao alcance de um clique.

A glória pode ser como você quiser: o simples prazer de se vencer uma batalha e voltar pra casa, estar num lugar que se pode chamar de lar… ou financeiro, comemorando sozinho em algum bar por aí.

Os tempos são outros. As causas são outras. A importância que se dá é a mesma, mas existe algo bem diferente. Não se disputam mais terras, honras, vida ou morte. Dá-se apenas o mesmo brilho, ou maior, mas não se ganha nem se perde nada no final.

Categorias:Geral

Futuro

Futuro. O inalcançável. Aquele sobre o qual todos falam, mas que nunca chega.

Quando eu era criança ou adolescente, mesmo estando nos anos 90, o futuro era pensar no ano 2000. Vislumbrávamos carros voadores, viagens intergalácticas e tantas outras coisas mais. E estava logo ali, há menos de dez anos de distância.

Hoje, pensar no futuro é algo mais individualista: uns pensam em 50 anos pra frente, outros em 100, alguns em quase mil. Mas a verdade é que não importa quão longe (ou perto) você pense que o futuro está, uma coisa é certa: ele nunca chegará. Porque o futuro é uma abstração, um idealismo.

image

A única coisa que eu tenho certeza sobre o futuro é que nós o fazemos. E o fazemos hoje, no presente. O futuro não precisa ser algo incerto ou incontrolável. Pelo menos não totalmente. Nós construímos nosso futuro, o desenhamos, a cada pequena ação, em cada dia do nosso presente. Mas se não fizermos nada, e simplesmente deixarmos que as coisas aconteçam… aí talvez nos decepcionemos com o que podemos obter do futuro que, no final das contas, escolhemos pra nós, voluntária ou involuntariamente.

Numa conversa informal depois de uma reunião profissional, um conhecido disse uma frase que ficou na minha cabeça. Ele disse: “E passa tão rápido!”. Se referia à vida de um modo geral, às decisões que tomou, e até àquelas que deixou de tomar. Palavras simples, que guardavam tanto conteúdo. E eu concordo com ele: cada dia que postergamos uma ação, que deixamos de fazer algo que deveríamos fazer e que invariavelmente vai impactar no nosso futuro e, sendo esta mudança para algo bom, é um dia a menos, nunca um dia a mais. Porque tudo passa rápido demais.

O futuro é feito por ações. Nossas ações. Ele nunca chega, mas está sempre aí. E ele não nos espera pra acontecer.

Categorias:Geral, mimimi

Eu não odeio a Segunda Feira

Invariavelmente, vejo, ouço e leio pessoas que reclamam a cada novo dia da semana. Se é Segunda, é porque é Segunda. Se é Terça, Quarta ou Quinta, é porque ainda não é Sexta. E aí na Sexta fica aquela expectativa pela chegada no Sábado.

Salvo raras exceções, essas pessoas não estão reclamando pelo fato de estarem muito cansadas e precisarem do fim de semana pra descansar. Tampouco têm algo muito divertido pra fazer que justifique a ansiedade pelo fim de semana.

Eu acho estranho isso de reclamar dos dias da semana. Pessoas que não gostam daquilo que fazem e, mesmo assim, o fazem! Se não gostam do trabalho que têm, da profissão que têm, por quê não então trocar? “Ah, mas eu já enviei tantos currículos e não consegui outra coisa”, você, caro leitor, poderá dizer. E eu concordo. Têm pessoas que simplesmente não ganham uma nova oportunidade.

Mas, se a oportunidade que a vida lhe oferece é a que você tem hoje, por quê não então exercê-la da melhor forma possível? O emprego pode não ser o dos seus sonhos, o salário pode não dar pra comprar o carro que você tanto queria, mas é um emprego. É aquilo que te permite tirar seu sustento, pagar suas contas, viver um dia após o outro.

É preciso lembrar que o viver reclamando também, sempre atrai coisas negativas. Já percebeu que só de ficar do lado daquela pessoa que só reclama de tudo já deixa o ambiente mais pesado? É disso que eu tô falando.

Você acha mesmo que aquelas pessoas que estão sempre pra cima, animadas e motivadas não têm problemas na vida? Conheci um cara que vivia animado e animando os outros. Era o cara que sempre estava lá pra ajudar, o primeiro a chegar e o último a sair. Dava gosto de trabalhar com ele. Ficamos sabendo então que ele e a esposa estavam passando maus bocados com uma gravidez complicada. E nem por isso ele desanimava. Conversei com ele semana passada e soube que a esposa teve o filho, forte, saudável. Ele estava uma alegria só. E as pessoas ao redor dele também ficaram. O que isso tudo quer dizer? Quando fazemos coisas boas, atraímos coisas boas, mesmo passando por uma situação difícil.

Eu costumo dizer que nunca peço nada, porque considero que já tenho tudo aquilo que preciso pra viver, então só agradeço, por tudo. E não odeio a Segunda Feira. Nunca reclamo de ter que levantar cedo nenhum dia, em nenhuma ocasião. Se um dia eu começar a reclamar, então aquilo que eu estou fazendo não me agrada mais, e aí vou procurar mudar.

Categorias:Geral

O Primeiro Post

Talvez este seja um dos posts mais difíceis que já escrevi. Retomar a escrita é como voltar a praticar exercícios: num primeiro momento tudo é feito com uma dificuldade maior, quase como que da primeira vez, mas o desenvolvimento é mais rápido.

Revendo meus Blogs, percebi que não escrevo uma linha num Blog há mais de um ano. Avidamente, há mais de dois. Já tive três Blogs diferentes. O primeiro e o segundo eram os que eu mais escrevia. O terceiro foi uma saída prática para não deixar de escrever, mas sempre foi meu “filho bastardo”, meio que olhado de lado.

Os três Blogs tinham o mesmo nome: “Cada Escolha uma Renúncia”. O termo não deixou de ser verdade pra mim em nenhum momento. Foi, é e sempre será uma verdade. Mas eu considero que já passei algumas das grandes escolhas da minha vida: hoje estou formado, casado e caminhando; buscando meu espaço. Isso fez com que nenhum outro nome fizesse mais sentido do que “The Way We Walk”.

“The Way We Walk” é um termo que remete a duas coisas muito próximas a mim. A primeira, e talvez a menos conhecida, o nome do primeiro álbum que tive acesso da banda que mais gosto, o Genesis. A segunda razão, que me deu o estalo ontem enquanto eu vinha trabalhar, é ligada ao mantra “Keep Walking”, da marca de whiskies Johnnie Walker. Sou apreciador do Whisky,sim, mas a marca e o conceito me fascinam muito mais. E, utilizando esta ligação do Keep Walking com o layout do meu primeiríssimo Blog, que eu mesmo desenhei e compus utilizando Notepad e Painbrush, sinto que esse deveria ser o nome.

O endereço do Blog foi uma indecisão durante um tempo. Porque eu decidi lançar o Blog de verdade apenas quando estivesse pronto, e não comentei com ninguém que o estivesse idealizando ou trabalhando em algo do tipo, ao contrário do que fiz nos dois últimos, que foram criados por impulsos. O endereço quase ficou com o título do Blog, mas ele não estava mais disponível.

Já tenho várias ideias de novos posts na cabeça. Muitas ideias que vêm ficando guardadas e sendo maturadas ao passar do tempo. Tem ideias que vêm da época que eu parei de escrever. Muitas se modificaram com o passar do tempo, outras melhoraram, outras foram deixadas pra trás. É bastante coisa, e quero ver se me regro a escrever pelo menos uma vez por semana.

Então, vamos lá.

Categorias:Geral
%d blogueiros gostam disto: